Em Inhambane, Mais de 1500 Pessoas Já Têm Água Potável no Povoado de Maxavela


A procura por água potável, deixou de ser preocupação para a população de Maxavela, no distrito de Homoine, na província de Inhambane, desde a última Terça-feira 15 de Setembro, com a inauguração do Reservatório Escavado de Maxavela, numa cerimónia dirigida pelo Governador da Província, Daniel Francisco Chapo e testemunhada por membros do governo, estruturas locais e população.

Trata-se de um empreendimento que teve início em 2018, erguido no âmbito do programa presidencial denominado Água Para a Vida  (PRAVIDA), que visa melhorar o nível de abastecimento de água potável para as zonas onde esse líquido é escasso. O investimento de mais de 24 milhões de Meticais, foi assegurado pelo Governo de Moçambique e teve como agência de implementação a ARA-Sul.

Segundo o Director Geral da ARA-Sul, Edgar Chongo, esta infra-estrutura vem aliviar o sofrimento de mais de 1500 pessoas que tinham de percorrer longas distâncias em busca de água.

Aqui em Maxavela construímos este reservatório com capacidade de armazenamento de 15 mil metros cúbicos de água, este empreendimento visa prover água para o consumo e abeberamneto de gado nesta comunidade. Para além do reservatório tem no recinto um fontenário, uma lavandaria e um bebedouro, referiu.

Por sua vez, o Governador de Inhambane, Daniel Chapo, instou a população daquele povoado a preservar a infra-estrura, para o bem de todos “Chamamos atenção ao Comité de Gestão de Água de Maxavela, para que conserve a infra-estrutura, sobretudo o painel solar e as bombas submersas, uma vez que o distrito de HomoÍne apresenta níveis elevados de roubo desses equipamentos,” instou o governante.